Quem sou eu

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
Eu sou Apenas um rapaz Latino Americano, sem dinheiro no banco nem parentes importantes e vindo do interior. Estudante de Pedagogia do quarto semestre na UFBA, que anseia por conhecimento e deseja ser um educador competente, a fim de contribuir na transformação ou até mesmo na manutenção da CONDIÇÃO HUMANA!!!!

Seguidores

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Postar em "meu" blog: uma questão bancária

Palavras-chave: Avaliação bancária, cota, qualquer coisa.

É um tanto quanto doloroso para mim ter que fazer esta postagem.O problema é que por uma questão meramente bancária estou sendo quase que coagido a digitar estas vagas palavras pelo simples fato de não ter atingido ainda a minha "COTA" de postagens no "MEU" blog, é verdade: corro o risco de ir para final!!
Perdoem-me os possíveis erros de ortografia e a minha falta de criatividade, mas não me sinto nem um pouco a vontade de falar sobre "qualquer coisa", mesmo que essa "coisa" seja a minha frustração diante de tal situação. Queria muito poder está falando, nesse momento, de algo mais interessante e prazeroso para mim, mas tinha que expor a minha profunda indignação. Mesmo correndo o risco de não atingir o número "ideal" de postagens: ai vai mais uma!!!!

3 comentários:

Joilda Maria Pita Costa disse...

Oi coleguinha!
Quero dividir com você esse momento e dizer que me sinto também desmotivada a postar sobre qualquer assunto aqui ou em qualquer lugar dessa disciplina! Mas, já que hoje para não sermos reprovados somos obrigados a postar, aproveito para dizer que nunca pensei que tudo fosse terminar assim...o produto que não anda...pois não aprendemos a manusear o programa e nem foi nos dado tempo pra isso...! Ficamos aqui indignados e o que era pra ser prazer se transformou em tortura.

Simone Freire disse...

Oi bizungo!
Vc arrasou!!! Também me sinto desmotivada, até pq o kino está me roubando todos os pensamentos e a falta de apoio para manusear o programa me irrita... Fico feliz em ser tão verdadeiro.Vc tem todo o meu apoio...

Marili disse...

É Mário Sérgio, infelismente faz parte!! Estava no Programa... Querendo ou não e com toda imposição, somos obrigados a nos remeter a certas autoridades e sem discutir, até porque nossa voz é ignorada mesmo e, nossos colegas não se manifestam só murmuram... fica difícil, né? Valeu pelo seu desabafo.